Secretária de Estado admite oportunidade que precisa de regulamentação.

A pandemia trouxe várias alterações ao funcionamento da sociedade, introduzindo algumas mudanças, por exemplo, na forma como trabalhamos, muitas das quais vieram para ficar mesmo depois da Covid-19. O teletrabalho foi uma das áreas impulsionadas nos últimos anos e que vai perdurar, acarretando vários desafios no âmbito da saúde. Este foi um dos temas debatido no 16º Fórum Nacional de Medicina do Trabalho – 3º Portuguese International Forum on Occupational Health, que decorreu na sexta-feira, dia 28 de outubro, com a presença da Secretária de Estado da Promoção da Saúde.

Margarida Tavares encerrou a mesa redonda sobre “Teletrabalho e a Promoção de Saúde”, que contou com vários projetos de investigação da Escola Nacional de Saúde Pública. As apresentações sintetizaram alguns dados sobre o recurso ao teletrabalho, salientando a necessidade da avaliação do risco e da vigilância da saúde – área em que o papel do médico do trabalho ganha especial relevância para uma abordagem mais sistémica e integrada, focada em estratégias de prevenção.

A Secretária de Estado, a propósito do aumento do recurso ao teletrabalho, referiu que é crucial que “não deixemos que esta oportunidade se transforme numa ameaça”, mas admitiu que também não se pode esperar uma solução única. “O teletrabalho pode ser uma extraordinária ferramenta de bem-estar, mas tem de ser muito bem regulamentado e legislado”, disse.

Depois, Margarida Tavares assegurou que a Promoção da Saúde – nova Secretaria de Estado no Ministério da Saúde – não é uma mera designação, pretendendo-se que esteja presente em todas as políticas, nomeadamente numa área “tão central nas nossas vidas” como é o trabalho.

Ainda a este propósito, a governante aproveitou para agradecer aos profissionais de saúde ali presentes, nomeadamente aos especialistas em Medicina do Trabalho, o enorme esforço e dedicação feitos durante a pandemia, tanto para a adaptar as necessidades de trabalho presencial como de trabalho remoto.

O Fórum deste ano, dedicado ao tema “Novos desafios: estamos preparados?”, decorreu no Auditório Camões, na Escola Secundária Camões, em Lisboa.

De: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/11/02/desafios-do-teletrabalho/