Ministro da Saúde destaca que “a Saúde é hoje muito mais multiprofissional” e reconhece o papel dos engenheiros durante a pandemia.

A pandemia obrigou as unidades de saúde a uma rápida e complexa adaptação dos vários circuitos, num trabalho que agregou várias profissões e em que a engenharia foi indispensável. Esta ideia foi um dos pontos de partida para a conferência “From Bricks to Bits. A Engenharia ao serviço da Saúde”, que decorreu esta terça-feira, dia 18 de outubro, em Lisboa, e que contou com a presença do Ministro da Saúde, Manuel Pizarro.

Na Sessão da Abertura do encontro, o Ministro da Saúde afirmou que “a Saúde é hoje muito mais multiprofissional e isso é muito positivo”, reconhecendo o papel crucial que os engenheiros tiveram durante a pandemia e que evidenciou a importância desta profissão no setor.

Em termos futuros, o governante considera que a engenharia será cada vez mais determinante nos resultados em saúde, salientando três áreas específicas: o combate à infeção hospitalar, as tecnologias ao serviço da saúde e a transição energética e climática – lembrando, a propósito desta última, que o Serviço Nacional de Saúde tem mais de 100 milhões de euros de projetos aprovados no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Apesar da evolução, o Ministro defendeu, no entanto, que “temos de evitar a todo o custo o risco da desumanização”, dizendo que as tecnologias devem sempre ser colocadas ao serviço dos doentes.

A Conferência “From Bricks to Bits. A Engenharia ao serviço da Saúde”, organizada pela Ordem dos Engenheiros, decorreu no Auditório do Hospital da Luz de Lisboa.

O encontro pretendeu reunir um conjunto alargado de peritos e especialistas em temas que associam a saúde e a engenharia como: “Verdes e Inteligentes: construir edifícios hospitalares sustentáveis”, “Infraestruturas de sistemas de informação e comunicações à prova de futuro”, “Robótica e automação em medicina e na experiência do doente” e “Engenharia e ciência de dados: novas fronteiras na prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças”.

O ano de 2022 foi declarado pela Ordem dos Engenheiros como o Ano dedicado ao tema “Engenharia e Saúde”, a par do tema “Engenharia e Transição Digital”.

De: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/10/18/engenharia-ao-servico-da-saude/