Portugal contribui com 1,5 milhão de euros entre2023 e 2025.

Portugal vai contribuir com 1,5 milhões de euros para o fundo global de luta contra o VIH/SIDA, tuberculose e malária com o objetivo de financiar as atividades previstas no triénio 2023-2025. Esta contribuição é assegurada conjuntamente pelos orçamentos dos ministérios da Saúde e dos Negócios Estrangeiros, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua.

Portugal responde, assim, ao apelo do fundo global de luta contra o VIH/SIDA, tuberculose e malária, no sentido de serem incrementadas em 30% as contribuições dos seus membros.

O fundo global resulta de uma parceria mundial para combater o VIH/SIDA, a tuberculose e a malária, e para assegurar um futuro mais saudável, seguro e equitativo para todos. Desde o início da pandemia de Covid-19, o fundo investiu mais de 4,3 mil milhões de dólares.

De: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/09/22/fundo-global-contra-a-sida-tuberculose-e-malaria/