Conheça as recomendações da DGS para se proteger do calor.

Perante as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para um aumento gradual da temperatura nos próximos dias, a Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda a adoção de medidas de proteção adicionais contra o calor

A DGS aconselha procurar ambientes frescos e arejados ou climatizados, bem como aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

A exposição direta ao sol deve ser evitada, principalmente entre as 11 e as 17 horas. Deve ser usado protetor solar com fator igual ou superior a 30 e renovada a sua aplicação de 2 em 2 horas e após os banhos na praia ou piscina.

Sugere-se a utilização de roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta.

Atividades que exijam grandes esforços físicos devem ser evitadas, nomeadamente desportivas e de lazer no exterior. Para viajar de carro devem ser escolhidas as horas de menor calor, não sendo recomendado permanecer dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol.

A DGS recorda que deve ser dada atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior, praticantes de atividade física e pessoas isoladas. Os doentes crónicos ou sujeitos a medicação e/ou dietas especificas devem seguir as recomendações do médico assistente ou do centro de contacto SNS 24 (808 24 24 24).

Deve ser assegurado que as crianças consomem frequentemente água ou sumos de fruta natural e que permanecem em ambiente fresco e arejado. As crianças com menos de 6 meses não devem estar sujeitas a exposição solar, direta ou indireta.

Devem também ser acompanhados os idosos e outras pessoas que vivam isoladas, assegurando a sua correta hidratação e permanência em ambiente fresco e arejado.

De: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/08/19/aumento-da-temperatura-2/