Edifício do Ministério ilumina-se de amarelo para assinalar a data.

Para assinalar o Dia Mundial das Hepatites Virais, que se comemora anualmente no dia 28 de julho, o edifício do Ministério da Saúde iluminou-se de amarelo.

Esta iniciativa partiu da Direção-Geral da Saúde, que também celebra a data com um evento de apresentação do Relatório do Programa Nacional das Hepatites Virais, que caracteriza a situação do país e que traça o plano de ação até 2024, identificando as prioridades e as metas a alcançar, enquadradas nos objetivos da Organização Mundial da Saúde.

“A doença hepática no seu conjunto, incluindo as comorbilidades, consumo excessivo de álcool e fígado gordo, é uma das mais importantes causas de mortalidade precoce em Portugal”, alerta o documento.

De acordo com o relatório, Portugal deve traçar uma estratégia para eliminar as hepatites virais até 2030, cumprindo os objetivos internacionais de reduzir a incidência em 90% e a mortalidade associada em 65%.

As hepatites virais foram reconhecidas como uma das principais causas de mortalidade a nível mundial, causando cerca de 1,34 milhões de mortes por ano (cerca de 4.000 por dia), ultrapassando a causada por outras doenças infeciosas, incluindo a infeção pelo VIH, a malária e em paralelo com a tuberculose.

De: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/07/28/dia-mundial-das-hepatites-virais/