Portugal já recebeu as primeiras 2.700 doses da vacina.

Portugal já recebeu as primeiras 2.700 doses de vacinas contra o vírus Monkeypox, adquiridas pela Comissão Europeia para serem distribuídas entre os Estados-Membros mais afetados pelo surto.

A informação foi avançada à agência Lusa pela Comissária Europeia da Saúde, Stella Kyriakides, que sublinhou que no espaço de duas semanas a Comissão Europeia adquiriu cerca de 110 mil doses de vacinas e iniciou as entregas aos países mais afetados.

«Este trabalho vai agora continuar e intensificar-se à medida que nos encaminhamos para outro período de outono e inverno, com a pandemia da Covid-19 por perto» assinalou a comissária.

«Esta é uma União Europeia de Saúde que produz resultados tangíveis para as pessoas, com a nossa Autoridade de Preparação e Resposta a Emergências Sanitárias (HERA) a reagir rapidamente e a adquirir vacinas para todos os Estados-Membros que manifestaram a sua necessidade», comentou a Comissária Europeia da Saúde.

De acordo com os dados mais recentes da Direção-Geral da Saúde, divulgados dia 30 de junho, os casos de Monkeypox em Portugal ultrapassaram os 400, tendo sido já notificados também casos na Madeira.

Na sexta-feira, dia 1 de julho, a Organização Mundial da Saúde revelou que o número de infeções pelo vírus Monkeypox triplicou nas últimas duas semanas na Europa, onde já foram confirmados em laboratório mais de 4.500 casos em 31 países e territórios.

Os sintomas mais comuns da doença são febre, dor de cabeça intensa, dores musculares, dor nas costas, cansaço, aumento dos gânglios linfáticos com o aparecimento progressivo de erupções que atingem a pele e as mucosas. Estes sinais e sintomas geralmente duram entre duas a quatro semanas e desaparecem por si só, sem tratamento.

De: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/07/06/vacina-contra-o-virus-monkeypox/